GoioNEWS - O Jornal Eletrônico de Goioerê e Região

Sábado, 16 de Fevereiro de 2019
  • :
  • :
siga-nos

Mulher acaba presa ao tentar se livrar de fezes durante encontro romântico

11/02/2019

                          Uma mulher que tentou se livrar das suas fezes por uma janela após descobrir que ela não desceria com a descarga acabou protagonizando cena de comédia pastelão em Bristol (Inglaterra).

Tudo começou quando a mulher sentiu dor de barriga quando estava no apartamento de Liam Smith, que ela conhecera pelo aplicativo Tinder, contou o "Bristol Post".
A mulher pediu para ir ao banheiro e se aliviou. Só que, como as suas fezes não desciam pelo vaso sanitário, ela decidiu jogá-la pela janela até um jardim logo abaixo.
Só que o produto do número 2 acabou caindo num parapeito, entre duas janelas que não são abertas. A mulher entrou em pânico e tentou recuperar as suas fezes. Ela contou a Liam o que havia acontecido e tentou chegar ao parapeito por cima da janela. Não deu certo. A mulher ficou presa de cabeça para baixo.
"Tivemos uma noite maravilhosa. Jantamos em um restaurante famoso, bebemos cerveja e fomos ao meu apartamento com uma garrafa de vinho", contou Liam.
O caso veio à tona após Liam expor o incidente em um site de financiamento coletivo par anão ficar no prejuízo. Para libertar a mulher, os bombeiros tiveram que quebrar a janela.
O aluno de pós-graduação fez um orçamento para repôr o vidro da janela: R$ 1.200.
"É uma parte significativa do meu orçamento mensal", reclamou.
A história fez sucesso e Liam arrecadou o equivalente a quase R$ 5.000 no site. O valor acima do conserto da janela será doado a instituição de caridade.
O Corpo de Bombeiros de Avon confirmou a história e que o vidro da janela foi quebrado.
Liam e a mulher - que ele insistiu em preservar a identidade - saíram novamente. (Page Not found).



Leia Também



Enviar por email

Envie Mulher acaba presa ao tentar se livrar de fezes durante encontro romântico
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GoioNews.
Copyright © 2004 - 2020 GoioNews.